Wednesday, February 04, 2009

Simplesmente

Há dias em que é simples o movimento paralelo dos acontecimentos
Dias em que a fome surge naturalmente antes da comida
Dias em que depois do vermelho vem o verde
Dias em que o céu está cinzento e chove

Enfim... Sinceramente já nada disto me comove
Tudo isto é banal, e por ser assim, também os passos seguintes são banalmente arquitectados por mim
Dentro da minha cabeça, louca de tantas teias de aranha
No meu intimo onde ascendem bolas de oxigénio de tão activo

Se fosse agora 2005 eu diria muito bem, pois bem.
Se fosse agora 2006 eu diria, não há problema, sou eu
Se fosse agora 2007 eu diria, tenham pena
Se fosse agora 2008 eu diria au!

E por ser 2009 eu digo que já sei, que já vi
Que já chorei, já sorri, enfim... Também eu já o senti
É o filme da 4 em loop loopado

É o fatídico fado cantado, por uma Amália
Que hoje em 2009, já conheço... melhor do que nunca.

É 1:43, e tenho que me deitar cedo... Boa Noite (aqui eu assopro, a vela apaga-se e tudo fica...) exactamente. Comentem seja quem forem... Qualquer coisa.

2 comments:

PerigoÀSoltaNaVerdizelaMariana said...

a mana anda atenda ;D
i'm watching youuu.

AR said...

Comentar e tal simmmmmmmmmmm!
:)

"o tempo não sabe nada
o tempo não tem razão
o tempo nunca existiu
o tempo é nossa invenção..."

BJS!

How Many