Wednesday, January 28, 2009

.

As fotos já não chegam para recordar
Parecem ter sido poucas para descrever...
Um laço que não sei explicar
E que sei, certamente, não mais voltar a ter

Um misto de ternura e compreensão
Partilhando o mesmo astral, curioso
O mesmo signo sensível e manhoso

Basta olhar para entender
O que a tua expressão me quer dizer
Basta uma festa para expressar
Tudo o que eu te possa querer contar

Custa aceitar que tenhas de ir
Simplesmente te queria dizer
Que o que mais falta me faz ultimamente
É ver-te sorrir

Com o teu sorriso inato como o meu
De gozão infernal, de tão natural

Obrigado amigo...
Obrigado avô.

1 comment:

Mariana said...

muito, muuito bom :')

How Many