Thursday, November 30, 2006

Marcava a areia com firmes passos
Pela eternidade calcorreava léguas
Os seus pés comiam o deserto a cada pisar
Silhuetas cada vez maiores ficavam para trás

O pesar do tempo cavava cada vez mais fundo
Cada passo, cada marca, cada gota de suor,
Ele seguia o seu caminho, como quem segue o destino
Sem rota traçada, seguia as marcas que ele próprio deixara

Nesta ínfima volta da vida
Ele, outrora novo agora repete por rotina os mesmos passos
A cada um se afunda num abismo
Sombra cortada a metade, sombra invisível

A cada dia que passa aquele eloquente jovem
Percorre os passos do louco velho
Misturando os anos com a areia
A cada passo ele caminha para o derradeiro passo letal

O tal passo que o levará a planar
Sobre o areal que outrora engoliu o seu pisar.

22:42 3/9/06

Representativo da foto anterior não? Nem me lembrei...

2 comments:

meRy said...

calcorreava, eloquente.. andamos a ver o dicionário para escrever esses textos ?? ha, kidding. escreves bem, já te disse, esse tá bonito como os outros.

beijinhoo *

deii* said...

Sim, realmente é representativo do anterior.

Um bocado confuso, perdi-me um bocado. Mas gostei. :]
Continua assim*

Bizu*

How Many